Vida Cristã - Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil - OFM

3ª feira da 6ª Semana do TC

  • 1ª Leitura
  • Salmo
  • Evangelho
  • Sabor da Palavra

Gênesis 6,5-8; 7,1-5.10

5 O Senhor viu que havia crescido a maldade do homem na terra e como os projetos do seu coração tendiam sempre para o mal. 6 Então, o Senhor arrependeu-se de ter feito o homem na terra e ficou com o coração muito magoado, 7 e disse: “Vou exterminar da face da terra o homem que criei; e, com ele, os animais, os répteis e até as aves do céu, pois estou arrependido de os ter feito!” 8 Mas Noé encontrou graça aos olhos do Senhor. 7,1 O Senhor disse a Noé: “Entra na arca com toda a tua família, pois tu és o único homem justo que vejo no meio desta geração. 2 De todos os animais puros toma sete casais, machos e fêmeas, e dos animais impuros um casal, macho e fêmea. 3 Também das aves do céu tomarás sete casais, machos e fêmeas, para que suas espécies se conservem vivas sobre a face da terra. 4 Pois, dentro de sete dias, farei chover sobre a terra quarenta dias e quarenta noites e exterminarei da superfície da terra todos os seres vivos que fiz”. 5 Noé fez tudo o que o Senhor lhe havia ordenado. 10 E, passados os sete dias, caíram sobre a terra as águas do dilúvio.

Palavra do Senhor.

Sl 28(29)

Que o Senhor abençoe, com a paz, o seu povo!

Filhos de Deus, tributai ao Senhor, / tributai-lhe a glória e o poder! /
Dai-lhe a glória devida ao seu nome; / adorai-o com santo ornamento! – R.

Eis a voz do Senhor sobre as águas, / sua voz sobre as águas imensas! /
Eis a voz do Senhor com poder! / Eis a voz do Senhor majestosa. – R.

Sua voz no trovão reboando! / No seu templo, os fiéis bradam: “Glória!” /
É o Senhor que domina os dilúvios, / o Senhor reinará para sempre! – R.

Marcos 8,14-21

Naquele tempo, 14 os discípulos tinham se esquecido de levar pães. Tinham consigo na barca apenas um pão. 15 Então Jesus os advertiu: “Prestai atenção e tomai cuidado com o fermento dos fariseus e com o fermento de Herodes”. 16 Os discípulos diziam entre si: “É porque não temos pão”. 17 Mas Jesus percebeu e perguntou-lhes: “Por que discutis sobre a falta de pão? Ainda não entendeis nem compreendeis? Vós tendes o coração endurecido? 18 Tendo olhos, vós não vedes e, tendo ouvidos, não ouvis? Não vos lembrais 19 de quando reparti cinco pães para cinco mil pessoas? Quantos cestos vós recolhestes cheios de pedaços?” Eles responderam: “Doze”. 20 Jesus perguntou: “E quando reparti sete pães com quatro mil pessoas, quantos cestos vós recolhestes cheios de pedaços?” Eles responderam: “Sete”. 21 Jesus disse: “E vós ainda não compreendeis?”

Palavra da salvação.

Confiar na providência divina

Mc 8, 14-21

“Tendo olhos, vós não vedes e, tendo ouvidos, não ouvis?” (Mc 8, 18)

O Evangelho de hoje acontece logo após o milagre da segunda multiplicação de pães. Os discípulos ainda não entendem que estando com Jesus não passarão necessidade, pois se preocupam com o que irão comer.

Jesus nos diz para tomarmos cuidado com o fermento dos fariseus e de Herodes. Esse fermento do qual Jesus se refere é a arrogância, a autossuficiência e a prepotência que fecham os nossos olhos e nos impedem de reconhecermos, em Deus, o verdadeiro provedor de nossos bens. Os fariseus julgavam saber uma verdade superior a de Cristo e por isso não o reconheciam como Filho de Deus.

Assim como os apóstolos, também nós, muitas vezes não somos capazes de olhar o passado, reconhecer o quanto Deus realizou por nós. Confiamos mais em nossas forças que na grande bondade e providência de Deus.

Que o Senhor nos conceda um coração grato para perceber sua ação salvadora em nossa história e aberto para acolhê-Lo em nosso presente e futuro. Assim seja!

Paz e bem!

Reflexão feita pelos noviços